Pombo trocaz Versão para impressão

O Pombo Trocaz é uma espécie endémica da Madeira, normalmente associada à floresta Laurissilva, o seu habitat natural.   

É um dos grandes responsáveis pela proliferação das espécies da família Lauraceae, pois ao ingerir e digerir os frutos destas, proporciona a preparação necessária à semente para que, quando expelida e caída à terra, dê origem a uma nova planta.

Em 1986 a espécie Columba trocaz foi incluída no Anexo I da Diretiva Aves, que garante a conservação e regula a exploração das aves que vivem de forma natural, em estado selvagem, no território Europeu. De acordo com a Lista vermelha de espécies ameaçadas da IUCN - International Union for Conservation of Nature and Natural Resources, a espécie C. trocaz encontra-se com o estatuto de Pouco Preocupante.

 

Identificação

D. M. Henry. In Bannerman & Bannerman, 1968, Birds of the Atlantic Islands. Vol. 2.

Columba trocaz é um pombo cinzento-escuro e de grande porte, quando comparado com os Pombos da Rocha C. livia ou domésticos.

A parte superior do corpo, de um cinzento uniforme, contrasta com o peito rosado/cor de vinho, com uma mancha mais clara (quase prateada) com riscas escuras no pescoço e com o avermelhado do bico e das patas com dedos longos. Numa observação mais pormenorizada, o bico apresenta uma pequena mancha amarela na extremidade e nos olhos, um anel ocular vermelho contrasta com a íris amarela.

Em voo, caracteriza-se essencialmente por ser um pombo grande, bastante escuro em toda a parte inferior do corpo e com uma barra subterminal, branca na cauda.

O Pombo Trocaz é uma ave corpulenta, com um comprimento da ponta do bico até à extremidade da cauda compreendido entre 44,6 e 49,0 cm e envergadura de asas entre 70,8 e 76,5 cm (Zino & Zino, 1986). Machos e fêmeas apresentam as mesmas características, sendo o único dimorfismo sexual o peso: os machos pesam entre 420 e 520 g enquanto as fêmeas são mais leves, entre 390 e 440 g (Zino & Zino, 1986).

O Pombo Trocaz, Columba trocaz, não é o mesmo que Pombo Torcaz ou Pombo Claro, Columba palumbus. São espécies diferentes mas, infelizmente, muitas vezes confundidas devido os seus nomes em português serem muito parecidos.

     

Biologia e distribuição

O Pombo Trocaz é uma espécie que só existe na ilha da Madeira e, considerando que é nas árvores da família Lauraceae que esta ave se alimenta e nidifica, a sua distribuição pela ilha coincide com a da floresta Laurissilva, sendo mais abundante na costa Norte, mas, ainda com algumas ocorrências em pequenas áreas isoladas do Sul da ilha.

Martin Jones (1990) refere que C. trocaz tem preferência pela floresta Laurissilva de baixa altitude, para o que sugere duas hipóteses para explicar este facto: talvez porque as espécies de árvores preferidas pelos pombos crescem nessas altitudes ou, talvez, devido às Lauráceas encontrarem melhores condições de desenvolvimento e consequentemente produzirem mais frutos nessas cotas.

Esta espécie endémica da Madeira constrói o seu ninho em grandes árvores ou em cavidades rochosas nas vertentes das montanhas onde deposita um único ovo a cada ninhada. Ambos os progenitores partilham as tarefas de incubação do ovo e alimentação da cria.

 

Curiosidades

Apesar dos frutos das Lauráceas serem o principal alimento do Pombo Trocaz, este, por vezes, recorre às couves plantadas nos terrenos agrícolas nas imediações da Laurissilva, onde é acusado de provocar grandes estragos nas culturas - razão pela qual é uma ave impopular e vítima de abate ao longo de décadas, até a sua caça ser proibida e a espécie passar a gozar de um estatuto de proteção integral em 1989.

Em 1986 a espécie Columba trocaz foi incluída no Anexo I da Diretiva Aves, que garante a conservação e regula a exploração das aves que vivem de forma natural, em estado selvagem, no território Europeu. De acordo com os critérios estipulados pela Lista vermelha de espécies ameaçadas da IUCN - International Union for Conservation of Nature and Natural Resources, a espécie C. trocaz foi considerada até 2011 com o estatuto de Vulnerável, tendo sido alterado em 2012 para Pouco Preocupante.

Dos estudos e estimativas populacionais sobre o Pombo Trocaz nas últimas 3 décadas, verifica-se que esta espécie sofre variações acentuadas no seu efetivo populacional, nomeadamente de uma estimativa de 2.700 indivíduos em 1986 para 10.400 em 1995, seguido de um decréscimo para 7.000 indivíduos em 2003.

Em 2006, 2009 e 2012 o Parque Natural da Madeira realizou novos censos mas, segundo os relatórios publicados no sítio de internet desta instituição (www.pnm.pt), em 2006 “os dados são definitivos, mas nenhuma informação relativa ao atual efetivo populacional será apresentada” e em 2009 e 2012 os relatórios referem que “não obstante não ter sido usada metodologia que permita a determinação do número absoluto de efetivos, por extrapolação com dados dos censos anteriores estimamos que este se situe entre os 8.500 e os 10.000 indivíduos” e “superior a 10.000 indivíduos” em 2012. Reconhecem contudo o “facto que a população decresceu entre 2006 e 2009”.

Nos últimos anos, mais concretamente desde 2012, tem havido um abate do Pombo Trocaz, por parte do Parque Natural da Madeira, autorizado por despacho normativo da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, fundamentado como medida corretiva da espécie e com o objetivo de afugentar estas aves das culturas agrícolas adjacentes à Floresta Laurissilva.

Dos números conseguidos através do Parque Natural da Madeira (www.pnm.pt), o número de espécimes abatidos entre 2012 e 2014 foram cerca de 1000, o que representa 10% da população, estimada em 10 000 indivíduos.

 

 

Mapa de distribuição

Mapa distribuição pombo trocaz

 

Referências bibliográficas

BirdLife International 2012. Columba trocaz. The IUCN Red List of Threatened Species. Version 2014.3. <www.iucnredlist.org>. Downloaded on 25 January 2015.

Jones, Martin, 1990. A Survey of the distribution, density and habitat preferences of the Long-toed Pigeon. Boletim do Museu Municipal do Funchal, 42 (219): 71 - 86.

Serviço do Parque Natural da Madeira - www.pnm.pt

Evolução dos efectivos populacionais do Pombo Trocaz Columba trocaz, entre 1995 e 2003. Actual estado de conservação. Relatório Preliminar. PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015

Evolução dos efectivos populacionais do Pombo Trocaz Columba trocaz, entre 2003 e 2004. Avaliação do impacto das medidas de minimização dos prejuízos agrícolas implementadas em 2004. PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015

Oliveira, P, Sepúlveda, P, & Menezes, D.
Evolução dos efectivos populacionais do Pombo Trocaz Columba trocaz, entre 1986 e 2006. Actual estado de conservação. PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015
Evolução dos efectivos populacionais do Pombo Trocaz Columba trocaz, entre 1986 e 2009. Actual estado de conservação. PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015
Evolução dos efectivos populacionais do Pombo Trocaz Columba trocaz, entre 1986 e 2012. Actual estado de conservação.
PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015

Pombo Trocaz. Principais ações em curso. Minimização dos estragos causados nos campos agrícolas. PDF. Consultado a 25 de Janeiro de 2015

Zino, F. & P. Zino, 1986. An account of the habitat, feeding habits, density, breeding and need of protection of the Long-toed Pigeon, Columba trocaz. Bocagiana, 97: 1 - 16