3 Agosto 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Espécie do Mês » Cleópatra da Madeira
Cleópatra da Madeira Versão para impressão Enviar por E-mail

Fêmea cleopatra

As borboletas Cleópatra da Madeira podem ser vistas ao longo do ano, mas parecem ser mais abundantes no verão. No Arquipélago da Madeira, esta borboleta é comum nas florestas de loureiros na costa norte.

 

Identificação

Macho cleopatraA borboleta adulta pode ter uma envergadura 55-60mm. Tal como outras espécies endémicas da Madeira, a taxonomia desta espécie é incerta. Alguns autores consideram-na nada mais do que uma subespécie da Cleopatra Europeia (G. cleopatra L.). No entanto, outros consideram a Cleopatra madeirense como uma espécie válida, uma vez que, pesquisas recentes têm demonstrado diferentes padrões de reflexo das asas quando observadas à luz ultravioleta em relação aos produzidos pelos seus parentes próximos do Continente Europeu, G. cleopatra cleopatra L. e G. cleopatra cleobule Hübner, e outras espécies oriundas das Ilhas Canárias.

 

  

Distribuição

As borboletas Cleópatra da Madeira podem ser vistas ao longo do ano, mas parecem ser mais abundantes no verão. A fêmea (amarelo pálido), restringe-se habitualmente, à Laurissilva da costa norte da ilha onde as suas plantas alimentares são abundantes. Os machos (amarelo enxofre com áreas de um laranja forte nas asas anteriores) percorrem grandes extensões à procura de fêmeas e por isso, parecem ser mais comuns do que as fêmeas. Geralmente, ambos os sexos têm a tendência de permanecer na copa das árvores da Laurissilva, mas podem ser vistas ao longo das estradas, a alimentarem-se do néctar das flores de Agapanthus paecox Wild.

Curiosidades

Sanguinho

A lagarta desta espécie alimenta-se exclusivamente de Rhamnus glandulosa Aiton. (Sanguinho).

 

 

 

Estádios juvenis
Ovo - esverdeado mudando para roxo acinzentado, cilíndrico, fusiforme no topo, e disposto individualmente na face inferior das folhas da planta alimentar, em lugares soalheiros.
Lagarta - Quando bem desenvolvida a lagarta tem uma cabeça e corpo verde com uma linha branca longitudinal de cada lado e os pelos caraterísticos do 2º instar já não estão presentes.
Crisálida - verde clara.

 

Referências bibliográficas




- Wakeham-Dawson, A.; Salmon, M. & Franquinho Aguiar,A. 2001. Guia de campo das borboletas diurnas do Parque Ecológico do F e do Arquipélago da Madeira. CMF. Funchal.





 




 

Referências bibliográficas

 

-Wunderlich, J. 1991. Die Spinnen-Fauna der Makaronesischen Inseln. Taxonomie, Ökologie, Biogeographie und Evolution. Beiträge zur Araneologie. 1: 1-619.

 

 
Taxonomia
Império: Eukariota
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Inseta
Ordem: Lepidoptera
Família: Pieridae
Género: Gonopteryx
Espécie: G. maderensis Felder, 1862
Autor desta ficha
Ysabel Margarita Amaro Gonçalves Ysabel Margarita Amaro Gonçalves
Conservadora de Entomologia do Museu de História Natural do Funchal
Saiba mais em:
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS