3 Agosto 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Espécie do Mês » Caranguejeira
Caranguejeira Versão para impressão Enviar por E-mail

fig1

A Caranguejeira deve o seu nome à sua semelhança com um caranguejo.
Na Arquipélago da Madeira, esta aranha da Família Lycosidae, ocorre na Ilha do Porto Santo e no Ilhéu de Ferro.

 

 

Identificação

fig2A fêmea da caranguejeira pode medir 9,5 cm de comprimento pata a pata enquanto que o macho 10,5 cm. O corpo é predominantemente castanho excepto as patas que são alaranjadas.
Apesar de possuírem o sentido do tacto muito apurado, esta aranha depende muito do sentido da visão para caçar. É uma excelente caçadora nocturna que se esconde debaixo das pedras durante o dia. Este aracnídeo alimenta-se de lagartixas e invertebrados rastejantes. 
O ritual de acasalamento, que ocorre nos meses de Verão, precede a cópula. A fêmea constrói um abrigo de seda e faz a postura; a ooteca é presa às fieiras e carregada entre as patas posteriores.

 

Distribuição

Endémica do Porto Santo (incluindo o Ilhéu do Ferro) ocorrendo desde a zona dunar até ao Pico do Facho.

Curiosidades

fig4

Ao nascerem, as pequenas aranhas sobem para o abdómen da mãe permanecendo aí até à primeira muda, depois dispersam e crescem independentemente até atingirem o estado adulto. Apesar de estar coberta com as pequenas aranhas, a fêmea não deixa de caçar.
Enquanto estão sobre o abdómen da mãe, as crias não comem, apenas bebem água do orvalho matinal.

 

 

 

Perigo da picada
fig5Os sintomas da picada de uma aranha desta família incluem inchaço, dor suave e comichão. Não existe informação desta espécie em particular contudo, devido ao tamanho considerável das suas quelíceras a picada pode ser mais dolorosa e haver maior injecção de veneno.

 

Referências bibliográficas




- Wunderlich, J. 1991. Die Spinnen-Fauna der Makaronesischen Inseln. Taxonomie, Ökologie, Biogeographie und Evolution. Beiträge zur Araneologie. 1: 1-619.





 




 

Referências bibliográficas

 

-Wunderlich, J. 1991. Die Spinnen-Fauna der Makaronesischen Inseln. Taxonomie, Ökologie, Biogeographie und Evolution. Beiträge zur Araneologie. 1: 1-619.

 
Taxonomia
Império: Eukariota
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Chelicerata
Classe: Arachnida
Ordem: Araneae
Família: Lycosidae
Género: Hogna
Espécie: H. schmitzi (Wunderlich, 1992)
Autor desta ficha
Ysabel Margarita Amaro Gonçalves Ysabel Margarita Amaro Gonçalves
Conservadora de Entomologia do Museu de História Natural do Funchal
Saiba mais em:
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS