22 Junho 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
O Herbário do Museu de História Natural do Funchal Versão para impressão Enviar por E-mail
04 As coleções científicas do Museu de História Natural do Funchal contam com mais de 42.000 registos, representando mais de 100.000 espécimes oriundos do arquipélago da Madeira, em particular e da Macaronésia no geral. Nestas coleções não se inclui o Herbário.

 Um Herbário é uma coleção de espécimes (plantas, briófitos, líquenes, fungos, algas), que se encontram preservados a seco e, montados em cartolinas ou, no caso dos musgos e líquenes, guardados em envelopes. Alguns exemplares biológicos, por exemplo frutos e cogumelos, podem ser preservados em álcool. No caso particular das algas marinhas, estas podem ser conservadas a seco ou em formol a 5%. As coleções biológicas guardadas num Herbário têm como objetivo servir de registo e referência sobre a vegetação e flora de uma determinada região geográfica. É com base em material herborizado que as plantas são classificadas e identificadas e que, novos taxa são descritos; é este material que permite a elaboração de obras como as Floras.

A coleção de plantas depositadas num Herbário constitui uma ferramenta de trabalho indispensável à investigação em áreas como a taxonomia, sistemática, fitogeografia, fitoquímica, ecologia vegetal, etnobotânica, etc.

O Herbário do Museu de História Natural do Funchal (MMF) foi iniciado pelo Doutor Günther Maul, nos anos 50, através da aquisição da coleção de plantas do Padre José Gonçalves da Costa, sacerdote católico que viveu na Madeira e no Porto Santo durante vários anos. Este herbário regional consiste numa grande coleção de plantas vasculares e avasculares (na sua maioria briófitos). Nos últimos 40 anos, o herbário tem crescido graças ao contributo de vários coletores regionais e estrangeiros que, não só colheram plantas no arquipélago, e deixaram duplicados no herbário, como fizeram desta instituição fiel depositária das suas coleções particulares.

Devido à grande importância destas coleções no contexto da Macaronésia, o herbário do MMF encontra-se registado no Index Herbariorum, uma organização internacional de herbários com sede no Jardim Botânico de Nova York (E.U.A). Para tal, adotou o acrónimo MADM.

Para além da pesquisa desenvolvida no próprio Herbário MADM, este colabora com outros herbários a nível nacional e internacional através do intercâmbio de espécimes vegetais, através de empréstimos, e apoio logístico de expedições científicas.

Atualmente, o MADM encontra-se completamente informatizado e, até à data, conta com mais de 9000 entradas (plantas vasculares, briófitos, algas marinhas, fungos e líquenes).

Associada ao herbário existe uma pequena coleção de madeiras - xiloteca.

 

Galeria de Fotos

 

(Fotos: Helena Encarnação e Juan Silva/DCI; Texto: Juan Silva/DCI)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS